Procuradora explica que ciúme não justifica agressão de que Naldo é acusado

Eliana Passarelli faz um alerta a agressores e agredidos. Segundo a procuradora, o artigo 28 do Código Penal deixa claro que ciúme e embriaguez não tornam legítimo qualquer tipo de crime, como a agressão de que Ellen Cardoso acusa o marido, o cantor Naldo Benny.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *