“Virei evangélica antes de entrar na Record”, garante Luiza Tomé

Luiza Tomé conta suas experiências com diversas religiões, explica a polêmica conversão à fé evangélica e garante que não gosta de radicalismos: “Deus é único, você pode dar o nome que você quiser.” Ela diz que, na infância, era proibida de passar diante de uma igreja evangélica que ficava perto de onde morava: “Nunca me explicaram por que eu não poderia andar na mesma calçada dos evangélicos”. Veja mais vídeos em http://bit.ly/spopredetv

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *